Conheça as incríveis Escalas de Jazz agora

Conheça as incríveis Escalas de Jazz agora

Fala tecladista! Pronto para conhecer as famosas “Escalas de Jazz”?

Hoje vamos conhecer várias escalas usadas nesse estilo musical tão apreciado por muitos músicos. Na verdade, não vamos estudar a formação e utilização dessas escalas hoje. Vamos apenas citá-las porque muita gente me pergunta:

“Ramon, quais são as escalas usadas no Jazz?”

Então, decidi compartilhar algumas delas para responder a essa pergunta. Obviamente, não tem como fazer uma listagem definitiva. Mas podemos começar conhecendo algumas das escalas mais usuais.

Observação: Muitos músicos defendem que praticamente todas as escalas podem ser usadas no Jazz, ou seja, não há nenhuma restrição por estilo musical.

De certa forma, eu concordo com esse ponto de vista. Concordo porque muitas vezes ao estar improvisando sobre um standard de Jazz, eu me pego utilizando uma escala maior ou menor natural, por exemplo (algo que eu jamais imaginaria quando comecei a estudar teoria musical).

Mais uma coisa! Caso você queira estudar essas escalas a fundo recomendo que você estude esse curso online: O Mundo Fantástico das Escalas. Nesse mini-curso você aprende as escalas, formações e utilizações, além de contar com vários exemplos para poder ter uma visão geral sobre cada escala.
Caso esteja interessado, baixe a apostila de escalas clicando aqui.

Escalas de Jazz

Sem muita demora, vamos ver uma listagem parcial das escalas usadas no Jazz:

E aí?

Você já conhecia alguma dessas escalas?

Se ainda não, não se preocupe, porque vamos estudar cada escala aqui no Aprenda Piano. Para isso recomendo que você assine nossa lista de e-mails, porque estaremos sempre enviando novos conteúdos grátis.

Se sentiu falta de alguma escala nessa lista, deixe um comentário, para assim podermos aumentá-la.

Forte abraço!
Ramon Tessmann

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

VAMOS APRENDER TECLADO DE FORMA EMPOLGANTE?

Destrave o seu talento musical com este guia completo!

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo